Governador Paulo Câmara anuncia edital para pesquisas sobre os efeitos das manchas de óleo encontradas no litoral do Estado

Após uma reunião do governador Paulo Câmara e da vice-governadora Luciana Santos com pesquisadores e cientistas, na manhã desta quarta-feira (23.10), no Palácio do Campo das Princesas, o Governo de Pernambuco lançou um edital para estímulo a pesquisas sobre os efeitos das manchas de óleo encontradas no litoral do Estado, estudos oceanográficos e as consequências aos ecossistemas atingidos e à saúde da população. A iniciativa, que contará com um aporte de recursos de R$ 2,5 milhões, foi anunciada pelo secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, logo após a reunião. A Vice-Reitora da Universidade de Pernambuco (UPE), Profa. Maria do Socorro Cavalcanti esteve presente ao encontro.

“O governador resolveu lançar um edital, através da Facepe (Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco), para contratar 12 projetos, em várias áreas, como na de Oceanografia, por exemplo, para medir a qualidade da água e saber se está apta para mergulho. Temos ainda a questão dos pescados. Isso tudo é para curto, médio e longo prazos”, explicou Lessa.

Ainda segundo o secretário, em curto prazo deve-se primeiro tratar o que está acontecendo nas praias, avaliando a chegada do volume de óleo. “Não sabemos ainda a característica desse derivado, o grau de toxidade dele, e esse edital vem também com esse objetivo, de identificar se ele vai comprometer a saúde das pessoas que tiveram contato direto”, argumentou.

O edital é voltado para a contratação de laboratórios, instituições e parcerias, conforme explicou o diretor-presidente da Facepe, Fernando Jucá. “Existem seis áreas temáticas de pesquisa e desenvolvimento, e são pesquisas aplicadas. Vamos tirar proveito dos conhecimentos, da competência que já existe instalada no Estado de Pernambuco, para aplicar nesse problema que temos em mãos. São grupos de pesquisas de instituições públicas e privadas que podem submeter seus projetos, no valor aproximado de R$ 200 mil cada um, para serem executados no prazo de um ano”, explicou Jucá.

“Vamos abarcar toda a cadeia de contaminação. Vamos desde a contenção dos contaminantes, passando pelo mapeamento que envolve a questão das correntes para onde está se deslocando esse óleo. Então, existe uma preocupação com a flora, com a fauna, com a qualidade dos alimentos, como o peixe, por exemplo. E existe ainda a preocupação de incentivar que a pesquisa aplicada vá na direção da saúde humana, para que a gente não tenha nenhum tipo de impacto além dos que a gente está vendo visivelmente nas praias”, detalhou o diretor-presidente da Facepe.

Também presente à reunião com o governador, o vice-reitor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Moacyr Araújo, professor do Departamento de Oceanografia da instituição, acredita que a academia tem um papel fundamental nesse processo. “Nós temos o departamento trabalhando com essa região há mais de 50 anos. A reunião com o governador foi uma iniciativa muito importante para aglutinar as forças acadêmicas e científicas do Estado, para fazer frente de uma forma mais orgânica e estruturada a esses acontecimentos”, disse o pesquisador. 

Leia mais...

Projeto Solidaris conclui o programa de Treinamento em Competências

Durante os meses de julho e setembro de 2019, as seis Universidade da Argentina, Brasil e Chile realizaram sessões de treinamento para docentes e não docentes do Programa de Treinamento.

Dessa forma, está sendo realizado o treinamento para quase cem pessoas, não apenas das universidades organizadoras, mas também de outras instituições que não fazem parte do projeto, aumentando o efeito multiplicador do SOLIDARIS, atingindo mais centros de ensino superior.

Esses treinamentos são realizados com o objetivo de treinar docentes e não docentes com base no Programa de Treinamento desenvolvido durantes fases anteriores do SOLIDARIS. Uma vez treinados, todos os participantes realizarão o teste piloto com estudantes de suas respectivas universidades, testando assim a qualidade e o funcionamento do Programa de Treinamento e a ferramenta de auto-avaliação de competências.

Em geral, o treinamento foi muito bem recebido pelos beneficiários em todos os países em que foi realizado. O conteúdo era de natureza prática, realizando trabalhos que serão apresentados e analisados posteriormente.

Leia mais...

Professora da UPE campus Caruaru tem artigo aceito no Qualis A1

A professora Patricia Takako Endo, da Universidade de Pernambuco, campus Caruaru, teve o artigo “Optimizing the cloud data center availability empowered by surrogate models” aceito para apresentação oral no (HICSS 2020), Qualis A1.

O trabalho é resultado da colaboração com o Grupo de Pesquisa em Redes de Computadores e Telecomunicações (GPRT), da UFPE e a Ericsson Research, da Suécia. O artigo conta com a colaboração de ex-alunos do curso de Sistemas de Informação: Guto Santos e Daniel Rosendo. 

Leia mais...

Atividades de saúde e beleza marcam momento de valorização aos servidores da UPE

Valorizar o servidor para que ele se sinta bem no ambiente em que trabalha. Essa é uma das missões da Pró-Reitoria de Desenvolvimento de Pessoa (PRODEP) da Universidade de Pernambuco (UPE) que preparou uma semana especial para celebrar o Dia do Servidor Público, comemorado na próxima segunda-feira (28/10).

Na manhã de hoje (23/10) os servidores da reitoria participaram da atividade voltada para o cuidado da pele. “É importante que eles se sintam bonitos por dentro e por fora. Nossa semana foi preparada com muito carinho”, disse a Pró-Reitora de Desenvolvimento de Pessoas, Profa. Vera Gregório.

Leia mais...